Coronavírus: Atalanta x Valência foi responsável por explosão de casos na Itália


atalanta x valencia liga dos campeões

Para imunologista, duelo pela Liga dos Campeões em Milão, com 45.000 torcedores na arquibancada, foi detonador dos casos de coronavírus em região italiana

atalanta x valência coronavírus

A partida de futebol entre Atalanta e Valência, pela Liga dos Campeões da Europa, pode ter sido responsável pela explosão de casos de coronavírus na Itália, afirmaa o imunologista Francesco Le Foche, em entrevista ao jornal Corriere dello Sport.

Quase 45 mil torcedores se deslocaram de Bergamo para Milão para assistir ao duelo no estádio de Milan e Internazionale. Isso porque o Atalanta decidiu jogar seus jogos internacionais no estádio San Siro, uma vez que o Atleti Azzurri d’Italia passa por reformas.

Bergamo fica distante de Milão 50 quilômetros e com o deslocamento os torcedores podem ter levado o novo coronavírus para a cidade. “Bérgamo é uma área muito ativa no mundo das relações econômicas e sociais. Um meio ideal para o vírus”, afirma o imunologista.

Na província de Bergamo, onde moram pouco mais de 1 milhão de pessoas, mais de 4.000 casos foram registrados.

“Falamos antropologicamente de pessoas que sempre foram muito diligentes, espartanas, com uma grande cultura de trabalho e uma tendência a subestimar e, portanto, negligenciar doenças que parecem sazonais”, diz. E acrescenta: “Um desses episódios, entre os mais impressionantes, poderia ter sido exatamente isso. O pico em termos de euforia coletiva de uma temporada de futebol única na história do clube”.

O Atalanta, onde jogam o argentino Alejandro ‘Papu’ Gómez e os colombianos Duván Zapata e Luis Muriel, chegou a impor quarentena à equipe depois que cinco jogadores do Valencia testaram positivo para o novo coronavírus. 

A equipe de Bergamo derrotou o Valencia por 4 a 3 no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, se classificando para as quartas de final com um placar agregado de 8 a 4.

No Valencia cinco casos de coronavírus foram detectados “entre técnicos e jogadores do time principal”, um deles o zagueiro argentino Ezequiel Garay, que já estava seriamente lesionado, e que confirmou ter sido infectado pelo Covid-19 nas redes sociais.

Consequentemente, a Atalanta disse no comunicado que os jogadores e técnicos seriam “isolados em casa, em conformidade com as regras de higiene”. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *